abrir menu
Home IrecêOn
imagem topo
25 de abril de 2016

#Agoraquesãoelas Meyre Joice

Já falamos de várias mulheres de fibra aqui, de mulheres que fazem a diferença, Michele, Jailza, Milene e até Ticy, mulheres que se destacam, que sâo guerreiras e que sâo exemplos para outras mulheres. 

A grande-pequena mulher de hoje é Meire Joyce, quem ainda nâo conhece Meirinha???

Um menina mulher, mulher menina cheia de vontades de superar os limites e os anceios, forte e confiante em Deus, com a missão de viver e dar exemplo que a vida é linda e pode ser vivida sem reclamar.

"De uma família unida,de gente guerreira, base educadora e religiosa, tive que desde cedo ajudar a minha mãe, que é minha fonte de inspiração, desde os 10 anos de idade,, minha mãe trabalhava  como faxineira e lavava roupa das pessoas para nos sustentar . Passamos por dificuldades mais sempre tivemos vitórias"

 

Hoje  formada em Administração de empresas com especializações em gestão de negócio e emprendedorismo , é professora e presta serviço em uma coperativa. Mas a luta dela vai mais além, quando perguntada sobre a luta para sobreviver numa soiedade machista e preconceituosa ela é bem incisiva. 

"Travo a luta contra o preconceito, contra a vaidade do ser humano em achar que pessoas que teve poucos recursos e oportunidade não pode ter status e  principalmente se visivelmente aparentar limites físicos. Travo a luta de namorar um outro deficiente , e as pessoas nos olhar como dificuldades social , sem saber que o amor está além do corpo físico , e travo a guerra de buscar uma vida mais acessível e recuperar os movimentos físico de meu namorado que ficou deficiente por causa de uma bala perdida. Uma coisa é nascer com limitação outra bem diferente é ter uma vida tranqüila e adquirir uma limitação  Travo a luta de ser mulher e ser vista de canto por ter habilidades e técnicas profissionais melhores do que o outro gênero , e por isso já pedir oportunidades tanto por ser deficiente e simultaneamente mulher. Travo a luta de adquirir minha habilitação e a lei vigente colocar dificuldades por causa da estatura, e isso faz com que eu deixo de fazer mais por depender de terceiros para me transportar ou deslocar"

A quanto tempo você trabalha com projetos sociais e é engajada na luta pelos seus ideais?

Eu desde adolescência sempre colaborei de alguma forma para projetos sociais através de grupo de jovens, ou me sensibilizava com alguém em estado de vulnerabilidade e saia pedido ´ ajuda para poder ajudar´´,depois comecei me envolver em projetos como NATAL sem fome da igreja católica, tive a a oportunidade de junto com outros parceiros em Irecê fundar a APAI , fiz parte da primeira e fundadora diretoria da APAI, e depois que sair de lá me ingressei na ABAI aonde sou diretoria voluntária ate hoje, e muito mais coisas! 

Quem é o seu maior exemplo ? Quem te dar força e te ajuda nessa caminhada?

Meu maior exemplo é Jesus, QUEM ME DAR FORÇAS E INCENTIVO PARA Alcançar meus objetivos ,tento seguir os ensinamento dele para ser melhor a cada dia .

Minha FAMILIA, é a base de tudo,minha fonte de energia e coragem de lutar em prol deles e de todos que me faz bem ou posso fazer o bem . 

Minha deficiência não é uma dificuldade, é um fator impulsionador , pois ela me dar ânimo de mostrar que cada um de nós somos capaz e útil na passagem aqui nesse plano,( missão ou vida) e a cada um que me diz:´´ você não consegue´´ acaba de dar um empurrão para  eu seguir no proposto de conseguir e alcançar o meu objetivo ou solucionar o problema que foi em outra ora uma objeção  . 

Meu maior orgulho da vida é minha mãe :Maria Altamira que lutou muito para nos criar com honradez, valores e princípios; que serão repassados adiante na certeza que podemos sermos vitoriosos mediante as dificuldades e que cada um de nós temos chance de ser melhor amanhã do que o hoje. E meu alimento é a oração e o positivismo em tudo que está no meu campo de vista, não temo diante os medos porque tenho Deus norteando meus passos e guiando ao sucesso e ao bem em comum. 

 

Durante a entrevista me surpreendi com o exemplo de vida de Meire, é um exemplo de força e de mulher guerreira. A equipe Ireceon agrade a entrevista! 

Patricia Vilella

Designer, social media, fotografa, marketing expert, Relações publicas internacionais expert e fluente em 4 idiomas! Tempo? Nem pra respirar!!

Comentários