abrir menu
Home IrecêOn
imagem topo
21 de fevereiro de 2016

"TODO MUNDO CURTE O MESMO SOM"

Lugar interessante.

Todos viviam ao som de uma trilha sonora. A mesma trilha sonora. O tempo todo!

Os gêmeos do casal jovem, da casa amarela, eram embalados para dormir com aquela música...

Os clientes do mini mercado, ao lado, compravam, pagavam, cumprimentavam-se em uma cadência igual, ditada pela batida musical...

Também na novela das seis, especialmente ali, não se ouvia o hit na abertura, mas, sim, a “bendita” trilha sonora...

Mesma coisa para Dona Zefa na sua reza da hora da “Ave Maria”. Gounoud, no seu radinho de pilha era só mais uma saudade...

As crianças na rua já tinham inovado: as brincadeiras aconteciam ao mesmo tempo em elas dançavam e faziam as coreografias...

Dona Lindaura tentou dizer algo uma vez ou outra. Não deu para escutá-la. Então ela resolveu continuar cuidando do seu sogro quase centenário que tinha problemas respiratórios, curtindo aquele som...

Mesma trilha sonora para todo mundo. Para o grupo da novena, para os passantes, para os novos vizinhos da segunda casa antes da esquina.

Também para a família de Seu Nicanor, que hoje vai para o sétimo dia da filha mais velha. Mesma trilha para Dona Ana, com seu aparelho de ouvido... É... de vez em quando ela desliga. Não a trilha sonora, mas, sim, o aparelho.

Foi ela quem me explicou essa curiosa percepção: como todo mundo vivia com aquela trilha sonora... a mesma trilha sonora: “É, filho. É assim mesmo! O vizinho daquela casa ali com muro sem reboque... ele adora arrocha e decidiu por todos nós que vamos curtir com ele o seu som”. Lugar interessante!

Pe. Flávio Porto
padreflavioporto.blogspot.com

Pe. Flávio Porto

Escritor, poeta, pensador e algumas vezes artista mas sempre um servo de Deus.

Comentários